Artesãos / Artesãs


Foto: Apoena Medeiros

Catadeiras

A produção do artesanato de conchas passa por diversas fases. A primeira delas é a cata ou catação, a coleta das conchas nas areias das praias, que o mar oferece como processo natural de renovação, reprodução e devolução para reiniciar um novo processo; ou seja, os animais, moluscos que vivem dentro das conchas e búzios, morrem ou servem de alimentos a outros animais em processo natural e as conchas e búzios que lhes servem como casas são trazidos pelas ondas do mar até as areias das praias. O ser humano as recolhe (cata) para a produção de seu trabalho, em uma constante relação com a natureza.

A cata das conchas e búzios é realizada, na maioria das vezes, por pessoas de baixa renda, que tiram seu sustento da venda desses produtos, sendo que muitas vezes as crianças participam da cata cujo material é levado pelos catadores aos artesãos, que raramente vão à cata. Vários  catadores, no entanto,  limpam as conchas e confeccionam colares e pulseiras e vendem pelas praias.

O material coletado pode ser vendido a litro ou a quilo. As conchas são recolhidas durante todo o ano, mas são mais fartas na “virada da lua”, a lua crescente, na época da ressaca.

Texto: Margarete Cruz Pereira